Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Senadores pedem explicação de ministro sobre caso Petrobras

Parlamentares querem obter mensagens do celular corporativo do ex-presidente Roberto Castello Branco, que afirmou ter conteúdo incriminador sobre Bolsonaro

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 27 jun 2022, 14h46 - Publicado em 27 jun 2022, 14h37

Senadores de oposição apresentaram nesta segunda-feira um pedido para que o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, seja convocado a prestar explicações sobre declarações do ex-presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco — que afirmou ter em seu celular corporativo mensagens e áudios que poderiam incriminar Jair Bolsonaro (PL).

Neste domingo, o site Metrópoles mostrou mensagens enviadas pelo executivo em um grupo de WhatsApp, no qual ele confirma seu potencial explosivo apontado pelo Radar na edição que está nas bancas.

No requerimento – assinado por Jean Paul Prates (PT-RN), Jaques Wagner (PT-BA) e Zenaide Maia (Pros-RN) –, os senadores pedem ao compliance da Petrobras detalhes sobre os registros não apenas dos celulares corporativos, mas de reuniões do Conselho Administrativo da estatal.

O pedido de informação foi apresentado no plenário do Senado e precisa ser apreciado pela mesa diretora da Casa.

Entre as informações solicitadas, estão a listagem de pessoas — e suas respectivas funções — que possuem acesso aos dados, qual o prazo de preservação desses dados e a punição prevista para a violação da preservação.

Os senadores pediram, ainda, cópias dos arquivos de mensagens dos aparelhos telefônicos celulares utilizados pelos presidentes da Petrobras desde 2019, além de áudios, vídeos e atas de reuniões.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)