Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘São Paulo tem que ser vanguarda contra negacionismo’, diz Marta Suplicy

Prestes a lançar a Virada ODS, ex-senadora quer dissociar imagem da cidade à do governo Bolsonaro: 'Ninguém investe em país que está devastando floresta'

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 1 jul 2022, 16h20 - Publicado em 2 jul 2022, 16h01

Prestes a lançar a ‘Virada ODS’ em São Paulo, Marta Suplicy quer dissociar a imagem da maior cidade da América Latina daquela do governo Bolsonaro — e vender a capital como sendo atrativa a investimentos ligados à sustentabilidade e ao meio ambiente.

“São Paulo tem que ter uma posição de vanguarda, que a diferencie do negacionismo federal. Porque enquanto tivermos uma política anticlima, estamos perdendo investidores. Ninguém investe em um país que está devastando floresta”, diz a atual secretária de Relações Internacionais de São Paulo.

O evento da Prefeitura, que será realizado entre os dias 8 e 9 de julho, é inteiramente voltado à Agenda 2030 da ONU, que reúne metas para o desenvolvimento sustentável.

Além de buscar rodadas de investimentos e apresentar ao público experiências digitais e imersivas, a programação também remete aos anos de prefeita da ex-senadora.

Simultaneamente, serão palco das celebrações oito CEUs da capital. Os chamados centros de educação unificados são parte do celebrado legado da ex-prefeita, e são responsáveis, em grande parte, por conservar até hoje sua popularidade nas periferias da cidade.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)