Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Quando se fala em corrupção, nós temos o que falar’, diz Bolsonaro

Em discurso no Ceará, o presidente ignorou as denúncias sobre a atuação de pastores no MEC e disse que tentam igualar o seu governo aos antecessores

Por Gustavo Maia 23 mar 2022, 17h21

As denúncias de negociatas sobre liberação de verbas por meio de pastores evangélicos no Ministério da Educação, com direito a pedido de propinas em dinheiro e até em um quilo de ouro, já fizeram até a PGR de Agusto Aras pedir a abertura de invetigação contra o ministro Milton Ribeiro, nesta quarta-feira. Mesmo assim, o presidente Jair Bolsonaro repetiu há pouco o discurso de que não houve nenhuma denúncia de corrupção contra o seu governo em três anos e três meses.

“Cada vez mais, as cores verde e amarelo são vistas pelos quatro cantos do nosso Brasil. Vamos deixando para trás aquela cor vermelha, a cor do comunismo, a cor do atraso e da corrupção. E quando se fala em corrupção, nós temos o que falar. Três anos e três meses sem qualquer denúncia de corrupção em nossos ministérios”, declarou Bolsonaro durante cerimônia em Quixadá, no Ceará, para lançar algo batizado de Força-tarefa das Águas.

As denúncias sobre o balcão religioso de negócios instalado no MEC foram reveladas na semana passada pelo Estadão. Na noite desta segunda-feira, a Folha de S.Paulo divulgou um áudio do ministro Milton Ribeiro no qual ele admitiu privilegiar um pastor e disse que estava atendendo a um pedido do próprio presidente.

“Tentam a toda maneira nos igualar com quem nos antecedeu, mas não conseguirão, porque é um governo que, acima de tudo, tem profundo respeito pela sua população”, disse ele no seu discurso.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)