Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PT está prestes a definir marqueteiro de Lula para 2022

Quatro concorrentes disputam a conta; apresentações de propostas ocorrem nesta segunda e terça na sede do partido em SP

Por Lucas Vettorazzo 7 dez 2021, 13h30

O PT definirá neste mês quem será o marqueteiro da campanha de Lula no ano que vem.  O anúncio de quem comandará a propaganda política do ex-presidente em 2022 só será feito em janeiro.

Quatro concorrentes disputam a conta do partido que, desde a última segunda, realiza uma rodada final de conversas. Duas propostas já foram apresentadas na segunda e outras duas serão apresentadas nesta terça.

A direção do partido está entre Sidônio Palmeiro, da Leiaute Propaganda; Augusto Fonseca, da MPB Estratégia; Juliano Corbellini, que coordenou as campanhas do governador Flavio Dino; e Paulo de Tarso Santos, que esteve na campanha de Lula em 1989.

Segundo documento que o PT enviou às agências e ao qual o Radar teve acesso, um dos focos da campanha será capturar o eleitor que já votou em Lula e no PT, mas migrou para Jair Bolsonaro em 2018.

“Embora não seja obrigatório, seria importante a apresentação de algumas peças que condensem a concepção da campanha. Se possível, algumas delas devem ser dirigidas para o segmento do eleitorado que votou em Lula, mas em 2018 votou em Bolsonaro e agora está retornando para Lula”, diz o partido.

Os marqueteiros apresentarão “propostas para os programas de rádio e televisão do horário eleitoral da campanha presidencial de 2022 com a linha geral da campanha, ideias-força, marcas, visual, linguagem e formato”.

Continua após a publicidade

Publicidade