Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Programa do MJ de combate ao crime com satélites alcança 200 instituições

O Brasil M.A.I.S (Meio Ambiente Integrado e Seguro) já auxiliou em mais de 70 operações policiais no país, com prejuízo aos criminosos de quase R$ 1 bilhão

Por Gustavo Maia Atualizado em 16 fev 2022, 16h53 - Publicado em 16 fev 2022, 17h30

Lançado em 2020 pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, o Programa Brasil M.A.I.S. (Meio Ambiente Integrado e Seguro) — que disponibiliza imagens de satélites de alta resolução de todo território nacional diariamente — acaba de atingir a marca de 200 instituições federais e estaduais com acesso gratuito ao sistema.

Segundo a pasta, ao longo dos 16 meses de atividade, a ferramenta já auxiliou mais de 70 operações no país, com detecções de mudanças e alertas de indícios de diferentes tipos de ilícitos. A ideia do programa é auxiliar na identificação de fraudes em obras de engenharia, crimes de tráfico de entorpecentes e crimes ambientais, como fraudes em manejo florestal, corte seletivo de madeira, queimadas, desmatamento, mineração irregular, dentre outros.

Ainda de acordo com o ministério, o uso da ferramenta já causou prejuízo de mais de 987 milhões de reais em organizações criminosas, com a aplicação de multas, apreensões e bloqueio de bens. Atualmente, há mais de 12 mil usuários cadastrados no sistema, que tem auxiliado forças de segurança nos Estados e a Polícia Federal.

Quem aderiu ao programa, pode ter acesso também ao acervo diário do sistema desde 2017, o que permite comparar mudanças ocorridas ao longo do período.

“A grande adesão ao Programa Brasil M.A.I.S demonstra a importância estratégica do uso de dados de alta tecnologia para a geração de informações atualizadas, disponibilizadas e incorporadas às ações de segurança para o combate ao crime organizado, com destaque para os crimes ambientais”, comenta o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês