Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Gustavo Maia (interino) Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

‘Pode haver um aumento de salário brevemente’, diz Guedes

'Numa democracia, você faz as escolhas todo ano. Esse ano tem guerra? A gente paga a guerra e não tem aumento de salário', disse o ministro

Por Robson Bonin Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 20 jun 2022, 18h34

Paulo Guedes falou nesta segunda sobre a opção do governo de não conceder reajuste salarial a servidores da máquina neste ano. Para o ministro, os servidores, que têm “estabilidade de emprego e salários razoavelmente elevados”, deram uma contribuição ao país ao ficarem sem reajuste para “pagar a guerra” que foi a elevação de gastos da máquina com a pandemia, mas poderão ter o aumento “brevemente”.

“(Com os servidores) Em home office, com estabilidade de emprego, com salários razoavelmente elevados, porque durante 17 anos subiram 50% acima da inflação, nós demos uma contribuição. Numa democracia, você faz as escolhas todo ano. Esse ano tem guerra? A gente paga a guerra e não tem aumento de salário. O ano seguinte, acabou a guerra? Pode ter aumento de salário para todo mundo”, disse Guedes.

“Nós demos um choque digital, fizemos uma reforma administrativa informal. Os governos anteriores contrataram 160.000 pessoas liquidamente. Nós fizemos o contrário. Os servidores aposentaram e nós digitalizamos os serviços. Temos menos 50.000 pessoas no serviço federal, mas produzindo muito mais, porque todos os serviços são digitalizados. Então, agora pode haver um amento de salário brevemente”, seguiu o ministro.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.