Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Pix cresce, mas cartão ainda é o meio preferido para compras, diz Cielo

Crédito e débito lideram com 70% da preferência, enquanto o modelo de transferência aparece com 22%. Dinheiro vivo? Só 3%

Por Robson Bonin Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
22 nov 2023, 12h27

Pesquisa realizada pela Cielo e Opinion Box com 200 varejistas — clientes e não clientes da credenciadora — para a Black Friday, mostra que 70% dos consumidores preferem o cartão (crédito ou débito) na hora de pagar compras. Na segunda posição, com 22%, aparece o Pix, que tem se destacado, mas ainda é mais forte em transações entre pessoas.

Em seguida está o boleto, citado por 4%. Já o dinheiro em espécie conta com apenas 3% da preferência. Outras modalidades somam 1%.

O levantamento mostra ainda que 84% dos varejistas já caíram em golpes ou conhecem outros varejistas que passaram pela situação. Os golpes mais citados foram: golpe via WhatsApp (64%), golpe do falso comprovante/agendamento de Pix (57%) e fraude do boleto (56%).

A pesquisa aponta que cartões e o Pix estão entre os meios de pagamentos mais seguros, empatados tecnicamente em 90%. Na sequência aparecem carteiras digitais, celulares e links de pagamento, empatados tecnicamente com 65%. Já o boleto é considerado confiável por apenas 54% dos comerciantes.

Continua após a publicidade

Entre os maiores receios dos comerciantes que vendem seus produtos pela internet, são citadas as contestações de compras e transações com cartões roubados, com 24% e 22% de citações, respectivamente.

De acordo com o vice-presidente de Riscos e Compliance da Cielo, Marcelo Toniolo, a pesquisa é importante para sinalizar quais são as maiores preocupações do varejistas e, assim, a empresa atuar para saná-las. “Segurança e prevenção à fraude são assuntos prioritários e são tratados para que o comerciante tenha informação e instrução para não perder uma só venda”, diz.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.