Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PF fecha o cerco a políticos mirando nos operadores

A vez das excelências chegará

Por Gabriel Mascarenhas 28 abr 2017, 19h02

As duas últimas grandes operações da Polícia Federal deflagradas em inquéritos relacionados à turma do foro privilegiado miraram em personagens que orbitavam em torno deles, em vez de focarem nas excelências propriamente ditas.

Mas isso é questão de tempo. A vez dos engravatados chegará.

A estratégia da PF é simples: fechar o cerco aos políticos, vasculhando as gavetas dos suspeitos de operarem para eles. A análise do material apreendido nessas ações tende a permitir que o bote aos congressistas, quando ocorrer, seja mais juridicamente mais letal.

Publicidade