Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Petrobras toma novo puxão de orelha da CVM por anúncio ‘informal’ de presidente

O governo bem que tentou evitar novos problemas com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) ao anunciar Pedro Parente como presidente da Petrobras depois do fechamento do mercado, evitando a oscilação brusca de ações que aconteceu na última troca, de Graça Foster por Bendine, no começo de 2015. Só esqueceu de uma coisa: enviar o fato […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 22h40 - Publicado em 20 Maio 2016, 14h18
A CVM não gostou

A CVM não gostou

O governo bem que tentou evitar novos problemas com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) ao anunciar Pedro Parente como presidente da Petrobras depois do fechamento do mercado, evitando a oscilação brusca de ações que aconteceu na última troca, de Graça Foster por Bendine, no começo de 2015.

Só esqueceu de uma coisa: enviar o fato relevante ao mercado antes de fazer o anúncio da indicação via Palácio do Planalto. A gafe rendeu um puxão de orelha do órgão regulador: já no começo do dia, a Petrobras recebeu um ofício questionando a “transição no comando”e os “motivos pelos quais a companhia não divulgou qualquer documento a respeito do assunto”.

O fato relevante foi arquivado apenas às 8h45, mais de 12 horas após o anúncio. No começo do mês, a CVM já tinha divulgado um comunicado genérico dizendo que a nomeação do presidente de empresas abertas pode ser indicação do controlador, mas a palavra final é do conselho – num recado às especulações sobre a intenção do governo Temer de trocar o comando da petroleira.

O perfil da direção mudou, mas ao que parece, a Petrobras ainda precisa aprender a administrar os conflitos entre empresa estatal e empresa listada.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês