Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Petistas tentaram convencer Lula a não receber Marília Arraes

O ex-presidente, no entanto, disse que iria tentar convencer a deputada a permanecer no PT e disputar o Senado pelo partido

Por Gustavo Maia Atualizado em 21 mar 2022, 20h13 - Publicado em 22 mar 2022, 07h30

A dura nota divulgada na noite do domingo por Marília Arraes com críticas ao PT de Pernambuco levou integrantes do partido a tentarem convencer Lula a não recebê-la nesta segunda-feira. Mas sem sucesso. Apesar dos conselhos em contrário, o ex-presidente se reuniu em São Paulo com a deputada federal pernambucana, que na semana passada comunicou a Gleisi Hoffmann que está de saída do partido.

“Tive uma boa conversa política hoje em São Paulo com o presidente Lula. Conversamos sobre o quadro político nacional, analisamos a situação eleitoral em Pernambuco e as alternativas que se colocam no Estado, reafirmando o compromisso com a candidatura do presidente Lula”, declarou Marília após o encontro, em nota. O cacique petista não se manifestou publicamente sobre a reunião até o momento.

Antes de receber a neta de Miguel Arraes, Lula disse a aliados que não havia por que fechar as portas para ela porque ela ainda é filiada ao PT. E avisou que tentaria convencê-la a ficar no partido e disputar o Senado, como indicou o diretório da legenda em Pernambuco no último domingo.

Foi justamente essa iniciativa que provocou a resposta de Marília, que apontou “descuido” e “precipitação” dos correligionários. E criticou o uso do seu nome como “massa de manobra” no momento em que ela conversa com outras lideranças políticas do Estado. Como o Radar mostrou na últimas sexta-feira, Marília quer ser candidata a governadora ou senadora e está dividida entre o Solidariedade e o MDB.

“Não fui consultada e não autorizei que envolvessem o meu nome em qualquer negociação, menos ainda que tornassem público, como se fossem os senhores do meu destino, sobretudo após meses de desgaste político e público feito por meio da imprensa, escondido sob manto do off e notícias de bastidores”, declarou a deputada no domingo, também em nota.

Ocorre que a manobra do PT pernambucano teve o dedo de Lula. Gleisi, inclusive, participou da reunião que selou a indicação, apesar da ausência de Marília.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês