Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Gustavo Maia (interino) Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Pacheco defende autonomia do BC e ‘ponte’ entre Lula e Campos Neto

O presidente do Senado disse considerar a autonomia um avanço "que afasta critérios políticos de algo que tem um aspecto técnico muito forte"

Por Gustavo Maia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 8 fev 2023, 21h11 - Publicado em 8 fev 2023, 21h10

Em meio à guerra deflagrada por Lula contra a independência do Banco Central, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, defendeu na noite desta quarta-feira a autonomia da autarquia, lembrando que a mudança no seu status foi aprovado pelas duas Casas do Congresso e sancionada, em 2021 — pelo então presidente Jair Bolsonaro.

“Depois houve uma discussão de constitucionalidade no Supremo Tribunal Federal, e eu cuidei inclusive de defender a constitucionalidade, também em memoriais aos ministros do Supremo”, lembrou Pacheco.

O senador disse considerar a autonomia um avanço “que afasta critérios políticos de algo que tem um aspecto técnico muito forte, que é o Banco Central”.

E defendeu a criação de pontes entre Lula e Roberto Campos Neto, atual presidente do BC que foi indicado por Bolsonaro e tem mandato até o fim de 2024.

Continua após a publicidade

“Então vamos buscar cuidar das questões do país e enfrentar os problemas dentro dessa realidade que existe, dessa autonomia do Banco Central, e buscar criar as pontes necessárias entre as pessoas envolvidas para que a gente possa ter um propósito comum bem sucedido. É isso que eu acredito”, comentou.

“O presidente do Banco Central é um homem preparado, de muito bom trato. O presidente Lula está realmente muito determinado a enfrentar o problema de fome, de miséria, de fome, de conferir estabilidade ao Brasil. Então são todos homens de boa intenção, e quando homens de boa intenção se reúnem, os problemas se resolvem”, concluiu Pacheco.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.