Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Gustavo Maia (interino) Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Na Suíça, Lula participará de fórum de Coalizão para Justiça Social da OIT

O presidente vai exercer a copresidência da iniciativa, ao lado do diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho, Gilbert Houngbo

Por Gustavo Maia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 13 jun 2024, 11h39 - Publicado em 13 jun 2024, 06h01

O presidente Lula chegou nesta quinta-feira, 13, a Genebra, na Suíça, onde vai participar do fórum inaugural da Coalizão para Justiça Social da Organização Internacional do Trabalho. O brasileiro vai exercer a copresidência da coalizão, lançada no ano passado, ao lado do diretor-geral da OIT, o togolês Gilbert Houngbo.

O objetivo da iniciativa é enfrentar desigualdades sociais, concretizar direitos trabalhistas integrados a direitos humanos e ampliar a capacidade e o acesso aos meios produtivos e a promoção do trabalho decente.

Segundo o Itamaraty, os países que participarão do evento vão apresentar iniciativas, projetos e ações em torno desses temas na abertura do fórum, que será seguido de três painéis: “Construir a resiliência das sociedades”, “Melhoria da coerência de políticas econômicas e sociais” e “Promoção do diálogo social para a prosperidade”.

Na sequência, o presidente brasileiro participará de uma cerimônia de lançamento do selo institucional de 35 anos do livro O Alquimista, do escritor Paulo Coelho, e de um jantar oferecido a ele e à primeira-dama, Janja, pelo representante permanente do Brasil junto às Nações Unidas em Genebra, o embaixador Tovar da Silva Nunes.

Continua após a publicidade

Após a rápida passagem pela Suíça, Lula e sua comitiva, que deixaram o Rio de Janeiro rumo à Europa na tarde desta quarta-feira, seguirão ainda na noite desta quinta para a Itália, que vai sediar a Cúpula do G7 na sexta e no sábado.

Já no primeiro dia da reunião, o presidente fará um discurso em uma sessão do bloco que reúne Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido, sete dos países mais industrializados do mundo.

À margem do evento, Lula já tem reuniões bilaterais confirmadas com o Papa Francisco, com o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, com o presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, e com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.