Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Moro ‘não é adversário’ do PSDB, diz Bruno Araújo

Presidente nacional do partido, tucano já mira no segundo turno de 2022: 'Moro vai jogar junto para permitir que haja um segundo turno diferente'

Por Robson Bonin 27 nov 2021, 10h46

Enquanto o PSDB tenta mais uma vez encerrar a novela das prévias neste sábado, Bruno Araújo, o cacique nacional da sigla falou a Marcelo de Moares sobre o impacto da chegada de Sergio Moro na disputa.

Para o tucano, Moro joga no mesmo campo do PSDB. Ou seja, dando João Doria ou Eduardo Leite, a turma ainda verá o ex-juiz da Lava-Jato como aliado. O ponto importante da declaração do tucano é a constatação de que o partido já olha Moro como um aliado no “segundo turno”. Zero chance mesmo de união na terceira via para o primeiro turno.

“Moro é visto como um agente catalisador do campo do centro, e não como adversário. Ele é visto como um protagonista que vai jogar junto para permitir que haja um segundo turno diferente dessa polarização”, disse Araújo.

Publicidade