Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Ministro promete verba federal para casas 100% destruídas pela chuva em SP

Waldez Góes disse que a Defesa Civil nacional pode enviar recursos à prefeitura de São Sebastião

Por Ramiro Brites Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 23 fev 2023, 16h41 - Publicado em 23 fev 2023, 13h23

A bordo do navio da Marinha que servirá de hospital de campanha às vítimas das fortes chuvas que assolaram o litoral norte de São Paulo, o ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Goés, defendeu nesta quinta a reconstrução das casas completamente destruídas pela água com recursos federais. A ideia é aproveitar o Estado de Calamidade Pública para dar celeridade ao repasse da verba às famílias desabrigadas. 

“Que a gente possa, junto com a Prefeitura e Defesa Civil, construir logo as casas das pessoas que perderam 100%. Nós podemos fazer isso”, disse o ministro Waldez Goés.

“Um dos planos de reconstrução da Prefeitura de São Sebastião, no meu entendimento tem que ser esse, com recurso federal, com recurso do Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional, da Defesa Civil”, seguiu. 

Ao lado de Goés, o ministro dos Portos e Aeroportos, Márcio França, informou que ainda nesta quinta haverá uma reunião com os prefeitos do litoral norte de São Paulo e, na sexta-feira, em Santos, com as prefeituras do litoral sul e da Baixada Santista. 

Continua após a publicidade

“A situação aqui foi a mais grave, por causa dos falecimentos, mas a situação de encostas tem em todo o litoral”, disse França. “Nós vamos evitar que chegue no ponto que chegamos aqui, se a gente conseguir evitar orientando as pessoas para a construção das casas”. 

Os ministros também falaram sobre retomar o PAC Encostas, para fazer intervenções em áreas de risco, com verba do Ministério das Cidades. Além disso, há possibilidade de direcionar a demanda de boa parte das obras do Minha Casa, Minha Vida. O principal desafio é encontrar terrenos disponíveis para reconstruir as moradias.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.