Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Malafaia culpa governadores e defende Bolsonaro no tema dos combustíveis

Pastor evangélico é uma das principais lideranças que apoia o governo do presidente e também a sua tentativa de reeleição em outubro

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 18 Maio 2022, 13h40 - Publicado em 19 Maio 2022, 08h30

Na briga sobre quem tem culpa pela alta dos combustíveis no Brasil, Silas Malafaia defende Jair Bolsonaro. O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, aliado importante do presidente, disse que a gasolina está alta no mundo todo e que os governadores dos estados poderiam baixar o ICMS do produto, a exemplo do que fez o governo de Bolsonaro, que zerou o imposto federal sobre o diesel.

“O principal problema dos combustíveis é tributário e não da política da Petrobras. Cada estado cobra o ICMS que quiser, faz bi tributação, é uma vergonha, mas querem culpar o Bolsonaro agora pela alta da gasolina. E os governadores?”, disse.

Malafaia disse ainda que Bolsonaro não pode mexer na política de preço da Petrobras por causa do risco de gerar perdas aos acionistas e a empresa acabar alvo de ações judiciais coletivas na Justiça dos Estados Unidos, como houve na esteira das perdas provocadas pelos processos da Lava-Jato .

O religioso se disse favorável à privatização da Petrobras e de todos os serviços não essenciais tocados pelo Estado, o que inclui, segundo ele, além da petroleira, bancos públicos como a Caixa e o Banco do Brasil. “O Estado tem que ficar só com o essencial, como saúde, segurança, previdência. A máquina mais corrupta que a gente conhece é comunismo, em que o estado é o dono de tudo. Vende tudo e acaba com cabide de emprego nas estatais do Brasil”, afirmou.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)