Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Malafaia cobra prisão de prefeitos no esquema do MEC

Pastor voltou a defender investigações sobre Milton Ribeiro, mas criticou ação da Polícia Federal em não deter outros envolvidos nas denúncias de corrupção

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 22 jun 2022, 17h04 - Publicado em 22 jun 2022, 16h31

Depois de anunciar a divulgação de um vídeo “quentíssimo” para comentar a prisão de Milton Ribeiro, o pastor Silas Malafaia voltou a defender as investigações contra o ex-ministro e cobrou a prisão de prefeitos envolvidos no esquema de liberação de verbas do Ministério da Educação.

“Algumas coisas estranhas. Primeiro, foi o ministro que denunciou à CGU de que suspeitava do envolvimento de pastores (…) Depois, outro fato. Se eles estão presos por suspeita de corrupção, cadê os prefeitos? Não tem prefeito suspeito? Corromperam quem? Ué, a Polícia Federal não pediu a prisão de prefeitos? Como é que é isso? Estranho, né?”, disse.

O líder da Assembleia de Deus ainda afagou o presidente Jair Bolsonaro (PL) sobre críticas de corrupção e, referindo-se ao PT, afirmou que o atual mandatário não tem envolvimento em casos de corrupção e que nunca foi condenado.

“Nós denunciamos e nós queremos investigação séria, doa a quem doer”, disse, mencionando a pressão da bancada evangélica pela apuração das denúncias no MEC.

Desde que o caso veio à tona, em março, Malafaia declarou ser a favor do ‘aprofundamento’ das investigações das irregularidades envolvendo Ribeiro, prefeitos e pastores, e defendeu o afastamento do ex-ministro do MEC enquanto durassem as apurações.

“Vai fazer um favor aos pastores evangélicos no Brasil. Somos mais de 200.000 pastores no país e não vamos tomar lama por causa de dois camaradas”, disse na ocasião.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)