Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Gustavo Maia (interino) Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

‘Lula terá de fazer retrofit na corrupção do PT’, diz Delcídio sobre 2022

Ex-senador petista, hoje no PTB , foi absolvido na Lava-Jato, mas virou inimigo do petismo após delatar falcatruas do ex-presidente

Por Robson Bonin Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 12 mar 2021, 09h04 - Publicado em 12 mar 2021, 06h06

Convertido em inimigo do petismo depois de ter feito delação e entregado falcatruas de Lula aos investigadores da Lava-Jato, o ex-senador Delcídio do Amaral, hoje filiado ao PTB de Roberto Jefferson, vê um duro caminho para o cacique petista nesse retorno ao jogo político.

Na segunda, o ministro Edson Fachin, do STF, derrubou as condenações da Lava-Jato contra Lula e devolveu o petista ao picadeiro eleitoral. Na quarta, Lula falou ao país pela primeira vez e provocou forte reação nas redes ao surgir como contraponto ao presidente Jair Bolsonaro.

Para Amaral, que foi absolvido na Lava-Jato, Lula deflagrou a corrida eleitoral de 2022, mas não tem chances de vencê-la. “Lula deu o start na campanha dele nesta quarta. Ele será um apoiador importante nas eleições, mas não tem chance de vencer. Ele acredita que tem, mas não tem”, diz.

Na quarta, Lula bateu nos erros do governo na agenda econômica e na negligência de Bolsonaro na luta contra o coronavírus, mas ignorou por completo o passivo de corrupção petista desnudado pela Lava-Jato. É justamente nesse ponto que Amaral avalia estar o ponto fraco de Lula.

“Lula falou bastante, mas fazer mea culpa sobre a corrupção do PT, nada. Ninguém fez nada errado”, diz Amaral.

Continua após a publicidade

Ex-amigo de Lula, o ex-senador conhece como poucos o temperamento do ex-presidente e não caiu no discurso paz e amor de Lula. “O bicho destila ódio”, diz.

Para ter alguma competitividade nas eleições, Lula terá que recolher a sujeira dos governos petistas. A corrupção, avalia Amaral, não poderá ser ignorada pelo petismo.

“A corrupção é uma ferida aberta na imagem do PT. O partido e Lula vão ter que fazer um retrofit, ou não terão chances nas eleições”, diz Amaral.

Leia também:

  • Decisão desastrada de Fachin muda jogo político e reforça polarização.
  • Mesmo com concessões, governo vê PEC Emergencial como ganho institucional.
  • Vacinação: no pior momento da pandemia, principais autoridades do país ensaiam reação.
  • Economia do Brasil segue travado por incerteza do futuro.
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.