Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Lula, o filho pobre do Brasil, volta a ser milionário com decisão do STF

Ex-presidente faturou R$ 27 milhões atuando como palestrante de empreiteiras e outras empresas com negócios nos governos petistas

Por Robson Bonin Atualizado em 27 nov 2021, 12h33 - Publicado em 26 nov 2021, 20h18

Em setembro, Lula tentou posar diante do país como um pobre perseguido pela Justiça que “sobrevivia” com o salário que o PT lhe pagava de… 27.000 reais.

Com a decisão tomada pelo STF nesta sexta, que desbloqueia a fortuna do petista, Lula não pode mais se fazer de miserável. Até a Lava-Jato bater nas finanças suspeitas do petista, ele havia amealhado como palestrante de empreiteiras e outras empresas cerca de 27 milhões de reais, como VEJA revelou em 2015.

Agora, Lula volta a ser um milionário. Na guerra do “nós contra eles”, as elites, que criou quando estava no governo, o petista voltou a fazer parte do “eles”.

O filho pobre do Brasil está em festa.

ATUALIZAÇÃO, 12H31, A assessoria de Lula entrou em contato para destacar que o petista não atuou como “consultor”, mas sim como palestrante. A acusação de que Lula atuava como consultor, lembra a assessoria, foi derrubada por Lula. O Radar corrigiu a informação.

Continua após a publicidade

Publicidade