Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Gustavo Maia (interino) Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Líder do PL admite tirar de projeto equiparação de aborto a homicídio

Deputado Altineu Côrtes afirma em entrevista à rádio Tupi que seu partido apoia o aumento da pena para estupro para até 30 anos de prisão

Por Nicholas Shores Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 17 jun 2024, 15h12 - Publicado em 17 jun 2024, 12h25

O líder do PL na Câmara, Altineu Côrtes (RJ), já admite tirar do chamado projeto de lei “antiaborto” o trecho que equipara a interrupção da gravidez depois de 22 semanas ao crime de homicídio.

Em entrevista nesta segunda-feira à Rádio Tupi, do Rio, o deputado disse que “penalizar essas pessoas que praticam aborto depois de 22 semanas colocando como homicídio talvez possa ser discutido”.

O projeto é de autoria de Sóstenes Cavalcante, correligionário e conterrâneo de Côrtes.

O resultado da mudança no Código Penal proposta pelo texto original seria punir mulheres que se submetessem ao aborto legal (como em casos de estupro) depois desse prazo e os médicos que fizessem o procedimento a penas de seis a 20 anos de prisão, maior que a punição máxima a estupradores, de 12 anos de prisão.

Diante da repercussão pública sobre a comparação das penas, o líder do PL na Câmara afirmou que seu partido apoia incluir no projeto o aumento da pena para estupro para 30 anos de prisão.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.