Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Justiça do Rio rejeita recursos da Volkswagen no Dieselgate

Montadora alemã foi condenada a indenizar por danos morais 17.000 proprietários do modelo Amarok

Por Robson Bonin Atualizado em 25 nov 2021, 17h28 - Publicado em 26 nov 2021, 17h24

O Desembargador Edson Vasconcelos, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, indeferiu os recursos apresentados pela Volkswagen no processo movido pelo Instituto Abradecont, entidade de defesa do consumidor, do trabalhador e de direitos dos cidadãos.

Atualmente, o processo encontra-se em execução provisória e já há uma decisão obrigando a montadora alemã a pagar cerca de 17.000 reais por danos morais (com juros e correções) a cada um dos 17.000 proprietários do modelo Amarok.

Para Leonardo Amarante, advogado especializado em Responsabilidade Civil e representante jurídico da entidade, a decisão vitoriosa reforça o entendimento da Justiça brasileira, primeira a proferir uma condenação contra a montadora nesse escândalo em um Tribunal no mundo.

“Apesar de ser uma decisão importante, que abriu precedente para o mesmo litígio em outros países, no Brasil, a Volkswagen prefere seguir interpondo recursos que só fazem atrasar o desfecho da batalha judicial”, diz.

Continua após a publicidade

Publicidade