Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Jorge Mussi assume a presidência do STJ

Mussi comandará o tribunal analisando os processos com pedido de medidas urgentes, além das matérias de competência da presidência

Por Robson Bonin 15 jan 2022, 11h44

Começou neste sábado o período em que o ministro catarinense Jorge Mussi exercerá a presidência do STJ neste recesso.

Mussi comandará o tribunal analisando os processos com pedido de medidas urgentes, além das matérias de competência da presidência.

Segundo o ministro, a parceria entre ele e o presidente Humberto Martins tem funcionado muito bem: “O jurisdicionado pode ter confiança na mesma prestação rápida e eficiente dos serviços ao longo deste mês de janeiro”.

Natural de Florianópolis, Mussi se formou em direito pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atuou na advocacia e, antes de se tornar magistrado, foi procurador-geral de Florianópolis, consultor jurídico de Santa Catarina, conselheiro e tesoureiro da Seccional da OAB naquele estado.

Na magistratura, foi desembargador do TJSC, órgão que presidiu de 2004 a 2006, e membro do Tribunal Regional Eleitoral. Durante 11 dias do último ano da gestão no TJSC, foi governador do estado, em substituição temporária ao chefe do Executivo. A nomeação para o STJ ocorreu em dezembro de 2007.

Continua após a publicidade

Publicidade