Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Haddad sonha em segundo turno de ‘alto nível’ contra Alckmin em SP

Petista afirma que tem ‘amizade antiga’ com o ex-governador do PSDB e que as conversas sobre 2022 são para ‘sair da barbárie’

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 29 out 2021, 15h26 - Publicado em 29 out 2021, 15h30

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) tem sinalizado o desejo de disputar um eventual segundo turno na disputa ao governo do estado contra o ex-governador Geraldo Alckmin.

Em evento do Sindicato dos Hospitais, na terça-feira, Haddad afirmou que, entre a dupla, não haverá “baixaria”.

“Se formos para um segundo turno, supondo que sejamos candidatos, será um segundo turno de altíssimo nível. Não vai ter baixaria de nenhum dos lados. Se de repente aparecer uma zebra, podemos decidir sobre o que é melhor pro estado. Porque vai pesar o segundo turno, qualquer que seja o cenário”, disse a jornalistas.

Como mostrou o Radar, Haddad e Alckmin se encontraram na semana passada num jantar promovido pelo ex-deputado Gabriel Chalita na cobertura do CEO da Qualicorp, Bruno Blatt.

Para Chalita, a oposição a Rodrigo Garcia e João Doria poderia unir a dupla em 2022.

Nesta semana, Haddad declarou que ele e Alckmin têm “amizade antiga” e que há conversas, inclusive, com outros nomes do mundo político — sobretudo numa junção de forças ‘anti BolsoDoria’.

“Temos muitos amigos em comum, como o Márcio França e o Orlando Silva. Em São Paulo, tivemos o fenômeno BolsoDoria, que não trouxe prosperidade nem para o Brasil e nem para o estado. Estamos em meio à barbárie e precisamos sair da barbárie. Se pudermos conversar em proveito de um projeto diferente como esse, estou à disposição pra ajudar a construir uma saída”, disse o petista.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)