Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Governo do RJ promete extinguir lixões clandestinos até o fim de 2024

Três grandes grandes vazadouros de lixo urbano foram fechados nesta semana

Por Ramiro Brites Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 9 Maio 2024, 20h12 - Publicado em 9 nov 2023, 16h30

O governo do Rio de Janeiro deu nesta semana um importante passo para combater um problema ambiental histórico do estado: os lixões clandestinos. Os locais irregulares de descarte de lixo de Bom Jesus do Itabapoana, Miracema e Porciúncula foram desativados.

No caso de Bom Jesus do Itabapoana, por exemplo, o lixão funcionou por cerca de três décadas. Apesar de não serem conveniadas com órgãos ambientais, os locais eram usados pelas prefeituras como uma solução barata para o descarte de resíduos, como é o caso de Miracema. 

“Em função da queda drástica da arrecadação municipal nos últimos anos fez-se necessária a adoção de medidas para redução de gastos na gestão integrada de resíduos sólidos urbanos levando a reativação do vazadouro”, disse a diretora de Meio Ambiente do município, Débora Magdaleno. 

O Programa Compra de Lixo Tratado é uma parceria do governo do Estado com as prefeituras para o descarte correto de resíduos. O vazadouro de Teresópolis também já havia sido desativado e o objetivo é erradicar os lixões clandestinos de todo o Rio de Janeiro até o fim de 2024. 

“O governo estadual entra como apoiador das prefeituras com o pagamento de um percentual para encerrar definitivamente o lixão”, explicou o vice-governador e Secretário do Meio Ambiente, Thiago Pampolha. 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.