Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#FUTEBOL#Lucro da CBF triplica

A CBF triplicou o seu lucro entre 2007 e 2008. A informação consta do balanço anual que a entidade publicou hoje num minúsculo jornal do Rio de Janeiro, o Monitor Mercantil. Passou de 10,4 milhões de reais para 32 milhões de reais. Em 2006, a CBF apresentara um prejuízo de 22 milhões de reais.     Ao […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 17h43 - Publicado em 30 abr 2009, 13h47

A CBF triplicou o seu lucro entre 2007 e 2008. A informação consta do balanço anual que a entidade publicou hoje num minúsculo jornal do Rio de Janeiro, o Monitor Mercantil. Passou de 10,4 milhões de reais para 32 milhões de reais. Em 2006, a CBF apresentara um prejuízo de 22 milhões de reais.    

Ao se compulsar o balanço, os motivos desse salto ficam claros: 23,1 milhões de reais vieram de adiantamentos. Os patrocinadores da seleção desembolsaram adiantados 18,6 milhões de reais – a Nike adiantou 10 milhões e o Itaú completou o restante.

A Globo adiantou também 4,6 milhões de reais referentes aos direitos de transmissão dos jogos da seleção nas Eliminatórias da Copa e das placas de publicidade dos estádios em  que se realizam jogos da Copa Brasil.

Além dos adiantamentos, houve também um aumento expressivo das receitas de patrocínio. Somavam 65 milhões de reais em 2007 e pularam para 104 milhões de reais em 2008.

O salto deve-se basicamente ao contrato de 8,5 milhões de reais do Itaú, cujo contato foi assinado no ano passado; e sobretudo do reajuste do contrato com a Nike: em 2007, a CBF recebeu da empresa 25 milhões de reais e no ano passado botou em seus cofres 60,5 milhões de reais.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês