Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Falta dinheiro (vivo)

Que o brasileiro perdeu poder de compra não é novidade. Mas além da disparada dos preços e do desemprego, falta também dinheiro vivo na praça. O valor do meio circulante – o tanto que circula em notas e moedas no país – caiu 8,4% no passado, descontada a inflação, especialmente em notas de cinco, dez […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h12 - Publicado em 21 mar 2016, 15h28
ddd

cadê?

Que o brasileiro perdeu poder de compra não é novidade. Mas além da disparada dos preços e do desemprego, falta também dinheiro vivo na praça.

O valor do meio circulante – o tanto que circula em notas e moedas no país – caiu 8,4% no passado, descontada a inflação, especialmente em notas de cinco, dez e vinte reais.

As notas velhas ou danificadas não têm sido repostas na mesma velocidade. Com o aperto nas contas do governo, a Casa da Moeda reduziu o ritmo de impressão: no ano passado, foram menos de um bilhão de cédulas, conta três bilhões dois anos antes.

Continua após a publicidade

Publicidade