Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Entidades defendem trabalho do MP após críticas da CPI da Pandemia

Procurador-geral da República Augusto Aras afirmou mais cedo que senadores não apresentaram provas de irregularidades no relatório final da comissão

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 16 fev 2022, 19h43 - Publicado em 16 fev 2022, 19h07

A Associação Nacional dos Procuradores da República e a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público se manifestaram a favor do trabalho do MP e da análise imparcial do relatório enviado pela CPI da Pandemia após críticas do procurador-geral da República Augusto Aras aos trabalhos do colegiado.

Em entrevista à CNN na terça, Aras afirmou que não iniciou inquéritos porque os senadores não apresentaram provas de irregularidades nos documentos finais entregues à PGR no final do ano passado, apenas “informações desconexas, desorganizadas”.

“O trabalho realizado pela CPI da Pandemia representa um importante instrumento de análise pelo Parlamento quanto aos fatos investigados, que, para serem levados ao Judiciário, em qualquer instância, demandam dos membros do Ministério Público brasileiro a identificação de elementos de prova e a qualificação jurídica específica para fundamentar as medidas a serem adotadas”, diz trecho da nota divulgada.

As entidades reforçam que o relatório da CPI da Pandemia, assim como qualquer outra notícia e documento encaminhados ao Ministério Público, será analisado de forma “técnica e imparcial”, seguindo a Constituição.

Mais cedo, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) afirmou que Aras foi “covarde” e “desonesto” em suas colocações — e aventou a possibilidade de apoiar a proposta do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) de apresentar um pedido de impeachment contra o procurador-geral.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês