Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Em plena campanha, governo vai distribuir 100 caminhões a prefeituras

Ordem de compra foi assinada por Onyx Lorenzoni; veículos custarão 14,5 milhões de reais e atenderão programas de agricultura familiar

Por Hugo Marques Atualizado em 6 out 2020, 08h38 - Publicado em 6 out 2020, 07h20

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, mandou comprar 100 veículos de carga. A compra, segundo a estimativa do próprio ministério, deverá custar ao governo em torno de 14,5 milhões de reais. Os veículos serão adquiridos antes das eleições municipais. A data da sessão da licitação é o próximo dia 15. Tratam-se de veículos utilitários de carga, zero quilometro, cor branca, equipados com carrocerias tipo baú isotérmico, com duas portas traseiras, apropriados para o transporte de gêneros alimentícios.

Os veículos, movidos a Diesel, deverão vir com ‘envelopados’ com a identidade visual do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). A capacidade de carga útil deve ser igual ou superior a 1.350 quilos.

O Ministério da Cidadania justifica que a realização do direito de todos os cidadãos brasileiros a uma alimentação regular e permanente, de qualidade e em quantidade suficiente, tem sido alcançada e mantida por meio de diversas estratégias e programas no âmbito da Política Nacional de Alimentação e Nutrição, por isso a compra dos veículos.

Os veículos serão utilizados para o transporte de alimentos da agricultura familiar. “Uma ação importante do Ministério da Cidadania para o fortalecimento da agricultura familiar é a aquisição de veículos para transporte de alimentos visando apoio na logística da distribuição desses alimentos com o intuito de manter a qualidade dos produtos a serem transportados e doados, do ponto de origem até o ponto de consumo”, diz o edital.

Continua após a publicidade

“Cabe ainda lembrar que o público beneficiário dos Programas de compras de alimentos é o agricultor familiar individual. Este grupo por questões de dificuldades de logística encontra entraves para transportar sua produção para a destinação final ou mesmo para os locais de apoio das Unidades Executoras do PAA”.A licitação diz que os veículos serão distribuídos a estados e municípios. “Dessa forma, é essencial que as Unidades Executoras (Municípios e Estados) possuam veículos que viabilizem e qualifiquem a logística da distribuição dos produtos com o objetivo de manter a qualidade dos alimentos (temperatura, economia no tempo de transporte, etc)”.

Outra justificativa para a compra é a pandemia de coronavírus: “Registra-se ainda a relevância do apoio a esta modalidade de equipamento, sobretudo no momento atual, para o enfrentamento dos impactos sociais e econômicos, implicados nas medidas de contenção à expansão da pandemia internacional de COVID-19, que são vivenciados de forma severa pelos segmentos de baixa renda”, diz o edital. O vírus chegou no Brasil há 8 meses e os veículos são adquiridos quando o número de mortos começa a cair.

“A gestão eficiente de uma frota veicular permite percorrer distâncias maiores na busca de alimentos, sendo possível estender a sua atuação para regiões com perfil rural para coleta dos excedentes não comercializados pelos produtores rurais”, diz o Ministério da Cidadania.

ASSINE VEJA

O novo perfil que Bolsonaro quer para o STF Leia nesta edição: os planos do presidente para o Supremo. E mais: as profundas transformações provocadas no cotidiano pela pandemia
Clique e Assine
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)