Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Despoluição do Rio Pinheiros entra na reta final em São Paulo

Rio Pinheiros deve ser entregue despoluído neste ano, com mais de 533.000 imóveis conectados à rede de esgoto

Por Robson Bonin Atualizado em 14 jan 2022, 14h40 - Publicado em 14 jan 2022, 15h28

A gestão de João Doria em São Paulo está próxima de concluir mais uma etapa no processo de despoluição do Rio Pinheiros. Até o fim deste mês, o trabalho do governo chegará a 97% dos imóveis previstos no projeto conectados à rede de esgoto.

Desde 2019, mais de 1,5 milhão de pessoas passaram a contar com serviços de saneamento básico, o equivalente a toda a população da cidade de Guarulhos. Das 530.000 ligações previstas, 516.000 já foram concluídas.

O programa Novo Rio Pinheiros entra agora em etapa com as obras para implantação de cinco Unidades de Recuperação que farão o tratamento dos afluentes provenientes de locais onde não é possível realizar a conexão “porta a porta”, como no caso de ocupações irregulares, diretamente nos córregos.

A previsão é que o Rio Pinheiros seja entregue despoluído até o fim do ano, com mais de 533.000 imóveis conectados à rede de esgoto.

Continua após a publicidade

Publicidade