Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Daniel Silveira diz que faria vídeo contra o STF novamente, ‘sem palavrão’

Deputado, preso por atacar o Supremo, foi questionado se a Corte merece respeito: 'O Supremo é uma coisa. Indivíduos que ocupam cadeiras são outras...'

Por Robson Bonin Atualizado em 18 Maio 2021, 15h18 - Publicado em 18 Maio 2021, 15h09

O deputado bolsonarista Daniel Silveira, preso pelo STF no Carnaval, após ameaçar ministros da Corte, fala nesta terça no Conselho de Ética da Câmara.

Silveira classifica de “um absurdo” sua prisão por ordem do ministro Alexandre de Moraes e argumenta que a Câmara revogou a Lei de Segurança Nacional, tornando ultrapassado o texto usado pelo Supremo em sua prisão. Quem interroga Silveira é o relator do caso, o deputado Fernando Rodolfo (PL-PE).

O senhor acredita no fortalecimento das instituições? “Acredito no fortalecimento das instituições, mas… Mas! O que representa uma democracia é o povo. Acredito no fortalecimento das instituições desde que elas representem o sentimento do povo”, disse Silveira.

O senhor é defensor da democracia, questionou o relator: “Claro, claro!”

O Supremo merece respeito? “O Supremo é uma coisa. Indivíduos que ocupam cadeiras são outras… Merece o respeito, sim. Mas também merece a crítica”, disse Silveira dizendo que as decisões do Supremo podem fazer com que ele se sinta “um pouco afrontado”.

Faria o vídeo novamente? “É muito complicado, deputado. Não tem como prever. Posso dizer, sim, no momento, pode ser que eu revisse alguns adjetivos que utilizei. Naquele momento que estava ali, bem passional, falei o que o coração sentia. Acredito que usaria outros adjetivos, retiraria os palavrões”, diz Silveira.

A reunião segue ao vivo:

 

Continua após a publicidade

Publicidade