Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ex-presidente do TJSP é acionado no CNJ por furar quarentena

Ivan Sartori teria violado quarentena de três anos para voltar à advocacia.

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 25 set 2020, 17h52 - Publicado em 25 set 2020, 11h32

A corregedoria do CNJ vai analisar a conduta do ex-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, o desembargador aposentado Ivan Sartori. Ele despediu-se da carreira em 2019 e vai concorrer à prefeitura de Santos (SP) nas eleições deste ano pelo PSD.

Uma reclamação disciplinar contra Sartori foi protocolada no dia 9 deste mês. Há registro de ao menos três casos onde ele estaria atuando como advogado.

Em jogo, o fato de que o magistrado não poderia advogar por pelo menos três anos no mesmo tribunal onde atuava, conforme o período de quarentena estipulado pela Constituição Federal.

Sartori chegou a ser cotado para substituir Sergio Moro no Ministério da Justiça e é sondado para uma vaga no STF. Relator do caso do Massacre do Carandiru, votou pela absolvição dos 74 policiais militares invocando a tese de legítima defesa.

ATUALIZAÇÃO, 17h49 de 25/09/2020 – A assessoria de Ivan Sartori enviou a seguinte nota para a coluna: “O desembargador aposentado Ivan Sartori não pratica e nunca praticou atos privativos de advocacia na segunda instância da Justiça Paulista. É importante destacar que ele pode advogar em primeira instância, na Justiça Federal, do Trabalho, Eleitoral e nos tribunais superiores (cf. PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS N. 929 e CNJ). As procurações juntadas nos autos, ressalvam sempre esse impedindo e a quarentena. O desembargador Ivan Sartori nunca peticionou no Tribunal em que esta impedido. Quem faz esse trabalho, em segunda instância, é o filho dele, o advogado Marcelo Sartori”.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês