Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Como foi a primeira visita de André Mendonça ao STF

Feliz da vida, abraçou da faxineira aos servidores da presidência da Corte, antes de falar em privado com Luiz Fux

Por Robson Bonin 2 dez 2021, 17h43

Aprovado para o STF depois de uma maratona de quatro meses, André Mendonça chegou em casa na noite de quarta ainda antes de 22h. Estava exausto da maratona psicológica que foi enfrentar o boicote de Davi Alcolumbre.

Nesta quinta, já revigorado, o novo integrante do Supremo foi pela primeira vez ao tribunal conhecer o seu futuro local de trabalho durante os próximos 26 anos.

Feliz da vida, todo sorridente, abraçou da faxineira aos servidores da presidência da Corte, antes de falar em privado com Luiz Fux e marcar sua posse para o próximo dia 16.

Na saída, em uma conversa de corredor, o ministro falou da vitória apertada que teve, com apenas seis votos de gordura entre os 81 senadores.

Estava aliviado. Apesar de tudo, disse, o fato de ter recebido tantos votos contrários  — o placar foi 47 a 32 — deixou a chegada ao STF mais leve. São menos compromissos a honrar.

Continua após a publicidade

Publicidade