Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Cobrado por petista, Moro fala de miliciano morto na Bahia

Deputado questionou ministro por não colocar Adriano da Nóbrega na lista de procurados do órgão

Por Robson Bonin Atualizado em 12 fev 2020, 13h35 - Publicado em 12 fev 2020, 12h10

Na Câmara nesta manhã para falar do projeto de prisão em segunda instância, Sergio Moro vem sofrendo com ironias de deputados do PT na Casa.

Paulo Teixeira, por exemplo, acabou destilar um rosário de ironias contra o ministro e finalizou com uma pergunta: por que a Polícia Federal não se preocupou com a vida criminal de Adriano da Nóbrega, ao incluir o miliciano na lista de procurados da pasta?

Moro defendeu a importância do retorno da prisão em segunda instância no combate ao crime e à impunidade, mas não fugiu da pergunta do petista sobre o miliciano, que já teve relações com Flávio Bolsonaro no passado.

“Essa questão da lista é uma questão falsa. Não é uma lista de todos os procurados, é uma lista dos mais procurados e na avaliação técnica que foi feita essa pessoa não entrou. E se vê que nem era necessário porque a pessoa foi encontrada. Uma lista dos mais procurados não é uma lista de todos os procurados. Havia razões específicas para não realizar essa inclusão”, disse Moro, sem listar quais seriam essas razões.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês