Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Chico Rodrigues tinha R$ 15 mil nas nádegas, diz relatório da PF

Delegado percebeu 'grande volume, em formato retangular', na bermuda do senador ex-vice-líder do governo

Por Mariana Muniz Atualizado em 15 out 2020, 16h45 - Publicado em 15 out 2020, 16h38

Diante da tentativa do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) de esconder dinheiro entre as nádegas, a Polícia Federal pediu ao Supremo Tribunal Federal a prisão preventiva e o afastamento das funções públicas do ex-vice-líder do governo Bolsonaro.

Os singelos detalhes da descoberta da tentativa de ocultação estão na decisão do ministro Luís Roberto Barroso, relator do caso no STF, que determinou o afastamento do senador por 90 dias. Chico Rodrigues foi alvo de busca e apreensão nesta quarta-feira.

Na representação encaminhada ao STF, a PF descreveu em detalhes como percebeu o curioso esconderijo escolhido pelo ilustre senador.  Na hora em que os agentes cumpriam a medida de busca e apreensão determinada por Barroso, o delegado “percebeu que havia um grande volume, em formato retangular, na parte traseira das vestes do Senador CHICO RODRIGUES, que utilizava um short azul (tipo pijama) e uma camisa amarela”.

Continua a PF: “Considerando o volume e seu formato, o Delegado Wedson suspeitou estar o Senador escondendo valores ou mesmo algum aparelho celular. Ao ser perguntado sobre o que havia em suas vestes, o Senador CHICO RODRIGUES ficou bastante assustado e disse que não havia nada”.

“Ante a fundamentada suspeita, já que o volume destoava completamente do pijama utilizado pelo Senador e a informação que não havia nada consigo, o Delegado WEDSON decidiu fazer uma busca pessoal no Senador, a qual foi filmada por policiais federais, que executavam a diligência”, narra a polícia. 

O relatório apresentado a Barroso informa ainda que “Conforme imagens abaixo, ao fazer a busca pessoal no Senador CHICO RODRIGUES, num primeiro momento, foi encontrado no interior de sua cueca, próximo às suas nádegas, maços de dinheiro que totalizaram a quantia de R$ 15.000,00, conforme descrito no item 3 do Termo de Apreensão em anexo”.  

Segundo a PF, a diligência foi acompanhada pelo advogado de Chico Rodrigues. 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês