Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Caso arquivado

A Marisa se livrou de uma ação no Conar contra o seu Strip Commerce, aplicativo publicitário que rendeu um leão de bronze à AlmapBBDO no Festival de Publicidade de Cannes. Veiculada nas versões digitais das revistas Playboy e VIP, a propaganda traz modelos que, vestidas com roupas íntimas da loja de moda feminina, perdem as […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 02h41 - Publicado em 10 nov 2014, 18h57
marisa

O aplicativo premiado da Marisa

A Marisa se livrou de uma ação no Conar contra o seu Strip Commerce, aplicativo publicitário que rendeu um leão de bronze à AlmapBBDO no Festival de Publicidade de Cannes. Veiculada nas versões digitais das revistas Playboy e VIP, a propaganda traz modelos que, vestidas com roupas íntimas da loja de moda feminina, perdem as peças à medida que o leitor as compra, até ficarem nuas.

A ideia da propaganda é que o leitor “deixe as modelos sem nada e a sua namorada feliz”.

Quatro mulheres reclamaram do “tom apelativo” das peças publicitárias, mas outra mulher, Karla Brandão, relatora do processo no Conar, decidiu que as propagandas estavam de acordo com as publicações em que estavam inseridas e ao público alvo delas. A representação contra a Marisa foi arquivada.

Continua após a publicidade

Publicidade