Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Carrefour avança no projeto de combate ao racismo estrutural

Empresa contratará estagiários que ainda não ingressaram na universidade e será responsável pelo custeio de até 80% da graduação

Por Robson Bonin Atualizado em 19 ago 2021, 12h34 - Publicado em 19 ago 2021, 11h30

O Grupo Carrefour Brasil cumpriu nessa semana a última fase do processo seletivo do Programa de Estágio Afirmativo 2021. O projeto selecionou 18 candidatos negros de cinco comunidades da cidade de São Paulo.

A empresa contratará jovens que ainda não ingressaram na universidade e será responsável pelo custeio de até 80% da graduação ou curso de tecnologia dos estagiários que escolheram as cadeiras de: Direito, Psicologia, Marketing Digital, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Financeira, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Design e Ciências Contábeis.

O processo contou com a parceria da Central Única das Favelas na divulgação das vagas e aproximação com os candidatos.

A iniciativa faz parte de um dos compromissos firmados pelo Carrefour com a sociedade em combate ao racismo estrutural, após João Alberto ter sido espancado até a morte por seguranças de uma das lojas da rede no Rio Grande do Sul.

 

Continua após a publicidade

Publicidade