Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Brasil teve 56% de crianças alfabetizadas no 2º ano do fundamental em 2023

Dados do primeiro relatório do Indicador Criança Alfabetizada foram apresentados em reunião com Lula e governadores no Planalto, nesta terça

Por Gustavo Maia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 28 Maio 2024, 18h04 - Publicado em 28 Maio 2024, 12h30

Dados do Indicador Criança Alfabetizada divulgados nesta terça-feira pelo MEC apontaram que, em 2023, 56% das crianças brasileiras alcançaram o patamar de alfabetização definido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais para o 2º ano do ensino fundamental da rede pública.

Os resultados foram apresentados durante reunião do presidente Lula com o ministro da Educação, Camilo Santana, governadores e secretários de Educação no Palácio do Planalto.

O desempenho do ano passado foi 20 pontos percentuais acima dos 36% registrados pelo Sistema de Avaliação da Educação Básica 2021, durante a pandemia de covid-19. Em 2019, o resultado do Saeb foi de 55%.

Até 2030, a meta do MEC é chegar a 80% de alfabetização, com o padrão de 743 pontos na escala do Saeb pela Pesquisa Alfabetiza Brasil – aplicada pelo Inep.

Lançado em junho do ano passado pelo governo federal, o Compromisso Nacional Criança Alfabetizada teve a adesão de todos os estados e de 99,7% dos municípios — 5.558 dos 5.570.

Continua após a publicidade

Segundo o governo, o investimento no programa foi de mais de 1 bilhão de reais até o momento.

Segundo a apresentação, os estados com os piores resultados em 2023 foram Sergipe (31%), Bahia (37%) e Rio Grande do Norte (37%). O melhor, disparado, foi o Ceará (85%), que registrou 45% em 2021, e é o único estado a já superar a meta para 2030.

Veja a seguir, por ordem alfabética, a lista do índices por unidade da Federação (exceto Acre, Distrito Federal e Roraima):

  • Alagoas – 44%
  • Amapá – 42%
  • Amazonas – 52%
  • Bahia – 37%
  • Ceará – 85%
  • Espírito Santo – 68%
  • Goiás – 67%
  • Maranhão – 56%
  • Mato Grosso – 55%
  • Mato Grosso do Sul – 47%
  • Minas Gerais – 60%
  • Pará – 48%
  • Paraíba – 51%
  • Paraná – 73%
  • Pernambuco – 59%
  • Piauí – 52%
  • Rio de Janeiro – 52%
  • Rio Grande do Norte – 37%
  • Rio Grande do Sul – 63%
  • Rondônia – 65%
  • Santa Catarina – 61%
  • São Paulo – 52%
  • Sergipe – 31%
  • Tocantins – 44%
Resultados de alfabetização no Brasil e em cada Unidade da Federação na rede pública de ensino, em 2021 e em 2023, e metas até 2030
Resultados de alfabetização no Brasil e em cada Unidade da Federação na rede pública de ensino, em 2021 e em 2023, e metas até 2030 (MEC/Reprodução)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.