Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bolsonaro volta a atacar a vacina; postura debocha de ações do STF

Na sexta, Alexandre de Moraes mandou abrir inquérito contra o presidente, que segue atacando a vacina e mostrando que não está nem aí para a Corte

Por Robson Bonin 6 dez 2021, 11h26

Na sexta-feira, Alexandre de Moraes mandou abrir mais um inquérito contra Jair Bolsonaro por potenciais crimes cometidos na pandemia.

Negacionista, o presidente mantém uma agenda de boicote à vacinação contra o coronavírus. Depois de atrapalhar de todas as formas a chegada de insumos para a produção da CoronaVac, no início do ano, o presidente associou o imunizante a uma mentirosa transmissão de Aids.

Menos de 48 horas depois de virar alvo do STF pelas barbaridades que fala, o presidente voltou a debochar da Corte, ao produzir nova campanha contra a vacina e o passaporte vacinal.

“Tem uma pressão pelo passaporte vacinal. Eu pergunto: quem toma a vacina contrai o vírus? Sim. Transmite? Sim. Pode morrer de Covid? Sim. Então tem algo que está errado nessa história toda e você não tem espaço para discutir absolutamente mais nada”, disse Bolsonaro.

Enquanto o presidente da República ataca a vacina, o Uol publicou levantamento no fim de semana mostrando que 80% dos mortos e internados por Covid-18 no Brasil eram pessoas não vacinadas.

Continua após a publicidade

Publicidade