Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bolsonaro rebate fala de Fachin sobre Forças Armadas

Mais cedo, presidente do TSE afirmou que eleições são assunto para 'forças desarmadas', e não militares

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 12 Maio 2022, 20h49 - Publicado em 12 Maio 2022, 20h22

O presidente Jair Bolsonaro (PL) dedicou alguns minutos de sua live desta quinta-feira para rebater as falas do presidente do TSE, Edson Fachin, a respeito do papel das Forças Armadas no processo eleitoral.

Mais cedo, o ministro subiu o tom contra a ofensiva de militares sobre a organização do pleito deste ano e afirmou que as eleições “dizem respeito à população civil” e que quem trata do assunto são as “forças desarmadas“.

“Não sei da onde ele está tirando esse fantasma que as Forças Armadas querem interferir na Justiça Eleitoral (…) As Forças Armadas não estão se metendo nas eleições, elas foram convidadas por uma portaria do ministro Barroso, e vão continuar fazendo esse trabalho, a não ser que o ministro revogue a portaria”, disse Bolsonaro.

“Mas, por favor, não se refira dessa forma, porque sou capitão do Exército e me coloco como militar. É uma forma bastante descortês de tratar uma instituição que presta, em várias áreas, excelentes serviços ao Brasil”, prosseguiu.

A Comissão de Transparência das Eleições foi criada pelo TSE no fim do ano passado e convidou diversas instituições para fazerem parte do colegiado, entre elas as próprias Forças Armadas — que desde então têm cobrado mudanças no sistema eleitoral.

Durante a live desta quinta, Bolsonaro disse, ainda, que não existe tentativa de interferência no pleito deste ano e nem ataques às urnas eletrônicas e à democracia. “A transparência das eleições, eleições limpas, seguras, transparentes, é questão de segurança nacional. Ninguém quer ter dúvidas, quando acaba eleição, se aquele candidato que ganhou, ganhou mesmo”.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês