Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bolsonaro joga no lixo R$ 2,8 milhões; quem pagará essa conta?

Dinheiro foi gasto pelo BNDES para montar o projeto de privatização da Casa da Moeda, sepultado pelo presidente nesta terça

Por Robson Bonin 7 dez 2021, 08h38

O BNDES contratou em janeiro de 2020, por 2,8 milhões de reais, um consórcio para tocar a modelagem de privatização da Casa da Moeda.

Vender a estatal foi uma promessa de Jair Bolsonaro. Nesta terça, o Diário Oficial consumou, com a canetada do próprio Bolsonaro, a retirada da estatal do plano de privatização.

O ato atende a pedidos dos caciques do centrão que sempre reinaram nos cofres do órgão durante os governo petistas e de Michel Temer.

Quem pagará essa conta?

 

Continua após a publicidade

Publicidade