Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bolsonaro fixa prazo para ‘casar ou desfazer noivado’ com o PL

Em Dubai, o presidente disse que conversou com outros partidos

Por Laísa Dall'Agnol, Gustavo Maia Atualizado em 15 nov 2021, 15h50 - Publicado em 15 nov 2021, 15h32

O tempo está passando para Bolsonaro decidir sobre seu futuro no PL de Valdemar Costa Neto. O presidente declarou nesta segunda que já tem prazo definido sobre os rumos do noivado.

“Eu espero em pouquíssimas semanas, duas, três, no máximo, casar ou desfazer o noivado. Mas eu acho que tem tudo para a gente casar e ser feliz”, disse a jornalistas nesta segunda, em Dubai.

Bolsonaro voltou a afirmar que o estado de São Paulo é um dos entraves para seu ingresso no PL, — o partido de Valdemar já firmou compromisso de apoiar o candidato de João Doria ao governo, Rodrigo Garcia, mas Bolsonaro quer lançar o ministro Tarcísio de Freitas.

“Alguns estados, para mim, para a possível eleição, se eu vier a ser candidato, são vitais, como São Paulo. Ele tem um compromisso em São Paulo, que tem mais de 30 milhões de eleitores”, disse o presidente, que declarou, ainda, precisar “afinar” alguns pontos sobre a agenda programática de ambos antes da filiação.

Na semana passada, Valdemar Costa Neto anunciou que Bolsonaro se filiaria ao PL no dia 22 de novembro.

No último domingo, no entanto, Bolsonaro disse a jornalistas, também em Dubai, que tinha “pendências” para conversar com o cacique. O PL, por sua vez, suspendeu o evento de filiação e diz que a data será definida em momento oportuno.

Continua após a publicidade

Publicidade