Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Bancada ruralista pede prisão de João Pedro Stédile, líder do MST

Frente Parlamentar Agrícola mandou ofícios ao TCU, PGR e MP de São Paulo

Por Ramiro Brites Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 13 abr 2023, 17h59 - Publicado em 13 abr 2023, 17h57

A bancada ruralista enviou ofício ao procurador-geral de Justiça de São Paulo, Mario Luiz Sarrubbo, em que solicita “investigação imediata e avaliação de prisão temporária ou prisão preventiva do Sr. João Pedro Stédile”. O economista foi um dos fundadores do MST e incitou, em vídeo publicado pelo movimento, os trabalhadores sem terra a invadir fazendas. 

Além do ofício a Sarrubbo, a Frente Parlamentar Agrícola também pediu ao procurador-geral da República, Augusto Aras, investigar Stédile. Os ruralistas também querem que o presidente do TCU, Bruno Dantas, tome providências. 

“O Brasil não pode assistir calado a uma ameaça grave ao Estado de Direito, a uma ameaça grave ao direito à propriedade, uma ameaça grave à nossa Constituição e mais uma vez um clima de insegurança no campo para os nossos produtores rurais”, disse o presidente da Frente Parlamentar, o deputado Pedro Lupion. 

Em vídeo publicado para a campanha do MST “Abril Vermelho”, Stédile falou sobre as famílias assentadas no Brasil e que a conquista da terra não ocorreu por meios governamentais. 

Continua após a publicidade

“Só houve reforma agrária porque as famílias lutaram, se organizaram, ocuparam a terra e pressionaram o governo a desapropriar”, afirmou o militante.

Conforme mostrou o Radar, a fala de Stédile deu sobrevida a Comissão Parlamentar de Inquérito do MST. A bancada ruralista pressiona o presidente da Câmara, Arthur Lira, para que a CPI seja instalada.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.