Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Associação de juízes critica medidas do governo para os trabalhadores

Anamatra entende que flexibilizar salário e jornada por medida provisória é inconstitucional e fragiliza o trabalhador

Por Evandro Éboli Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
19 mar 2020, 12h45

Para a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) as medidas anunciadas ontem pelo governo de redução de jornada e de salário são nocivas ao trabalhador e inconstitucionais.

“Qualquer medida que tenha como norte, neste momento, a redução de salários é precipitada e potencialmente nociva ao trabalhador. Alternativas válidas, considerando a Constituição, podem passar por ideias como a flexibilização de banco de horas para permitir a reposição daqueles não trabalhados por um período especial”, afirma, em nota, a juíza Noemia Porto, presidente da Anamatra.

“É viável, ainda, a alternativa de férias coletivas. Em ambas, ou qualquer outra, é fundamental que as entidades coletivas, os sindicatos, sejam chamados para as mediações necessárias. São algumas das medidas viáveis, sem infringir a Constituição”, completou Noemia.

A juíza afirma ainda que simplesmente autorizar negociação individual para diminuir jornada e salário irá trazer insegurança jurídica. É contra redução de salário por medida provisória.

“A situação é grave, porém ainda mais dramática para os mais vulneráveis”.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.