Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Após demissão, Ernesto Araújo vai para purgatório do Itamaraty

Novo cargo é considerado a geladeira da diplomacia

Por Mariana Muniz Atualizado em 31 mar 2021, 16h07 - Publicado em 31 mar 2021, 16h10

Ex-chanceler desde a última segunda-feira, quando pediu demissão do cargo, Ernesto Araújo já ganhou nova função no Itamaraty: foi realocado na Secretaria de Gestão Administrativa — espécie de limbo da atividade diplomática.

O remanejamento consta de uma portaria assinada pelo ainda secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, Otávio Brandelli, na data desta quarta-feira.

Responsável pela parte burocrática do Itamaraty, a Secretaria de Gestão Administrativa — sem desmerecer a sua importância — é para onde vão todos que estão sem destino, mas que precisam estar lotados em algum lugar, como é o caso de Ernesto.

É provável, contudo, que em breve o ex-ministro tenha melhor sorte. Por ora, terá de bater ponto analisando o orçamento dos diplomatas.

 

Continua após a publicidade

Publicidade