Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Robson Bonin Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Alvo de críticas, Pazuello considera abreviar passagem pela Saúde

General à frente do ministério tem dito a interlocutores que Planalto deve escolher logo um titular para a pasta

Por Mariana Muniz Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 14 jul 2020, 14h07

A crise aberta pelas críticas de Gilmar Mendes ao comando “militar” na Saúde fez o próprio ministro, o general Eduardo Pazuello, repensar o tempo em que passaria como interino no ministério.

O general é cumpridor de missão, vinha fazendo um trabalho satisfatório sob o ponto de vista dos secretários estaduais de saúde – o que não é pouca coisa – , mas percebeu que só a parte “executiva” não basta para tocar uma pasta com a complexidade da Saúde.

É preciso sustentação política e, sobretudo, respaldo do setor, o que continuariam sendo pontos fracos de Pazuello, que viveria ouvindo os mesmos comentários sobre “a falta de um titular na Saúde em plena pandemia”.

A auxiliares próximos, o general reconheceu que o clima instalado na pasta não favorece mais sua atuação. Ele também concorda que o Planalto deve escolher logo um titular para a pasta.

Continua após a publicidade

O general não pretende abandonar a missão que lhe foi dada e seguirá fazendo o seu trabalho até que o presidente escolha o novo ministro, mas também está na torcida para que seja logo.

Pazuello vinha, há algum tempo, manifestando preocupação com o prolongamento de sua estadia no cargo. Segundo seus interlocutores, ainda não está nos seus planos passar para a reserva. Ele deseja seguir liderando missões na caserna.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.