Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Gustavo Maia (interino) Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Abin paralela monitorou auditores que apuraram rachadinha de Flávio

Investigadores foram orientados a “encontrar os podres” de servidores da receita que relataram esquema na Alerj

Por Ramiro Brites Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO , Robson Bonin Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 11 jul 2024, 13h43 - Publicado em 11 jul 2024, 12h35

Auditores da Receita Federal responsáveis pelo relatório de inteligência fiscal que deu origem à investigação sobre esquema de desvios de salários no gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro foram investigados pela Abin paralela, de acordo com relatório da Polícia Federal.

Agora senador, Flávio Bolsonaro foi acusado, em 2020, pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de recolher salários de funcionários públicos em seu benefício, quando era deputado estadual.

Com a estrutura da inteligência sob o governo de Jair Bolsonaro, agentes teriam sido instruídos a “encontrar os podres” dos auditores da Receita que apuraram o suposto “caso da rachadinha”.

A informação consta em relatório da Polícia Federal sobre a chamada Abin paralela, que embasou a ordem de Alexandre de Moraes para operação da Polícia Federal nesta quinta-feira.

Segundo a PF, foram investigados em “ações clandestinas” com “uso da estrutura estatal para fins pessoais”, os auditores Christiano José Paes Leme Botelho, Cleber Homem da Silva e José Pereira de Barros Neto.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.