Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A peregrinação de Alckmin no interior de SP para ajudar Lula — e França

Enquanto ex-presidente tenta a todo custo convencer pessebista a desistir da disputa, Alckmin tem usado capital político a favor do aliado

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 29 Maio 2022, 09h10 - Publicado em 28 Maio 2022, 21h29

Antes de começar a rodar o país com a pré-campanha de Lula (PT) à Presidência, o vice Geraldo Alckmin (PSB) aproveitou este sábado para visitar o interior de São Paulo — seu berço político — acompanhado de Márcio França (PSB), aliado de primeira hora  e pré-candidato ao Palácio dos Bandeirantes.

Ao participar de um encontro regional do partido, o ex-tucano relembrou seu currículo como governador, celebrou obras e melhorias entregues à região e criticou o governo Bolsonaro.

“Pela primeira vez, temos perda real do salário mínimo desde o Plano Real. A inflação de alimentos é um absurdo, chega a 70%, 80% (…) assim como é um absurdo o governo ser contra a vacina e priorizar homeschooling, enfraquecendo a escola”, declarou a correligionários.

No que depender de Alckmin, França continuará tendo pleno apoio das lideranças e do capital político conquistados pelo aliado nos mais de quinze anos em que chefiou o estado. No evento deste sábado, o ex-governador fez questão de mencionar a capilaridade da chapa vitoriosa da dupla em 2014, que venceu em 644 dos 645 municípios paulistas — além de relembrar a afeição que Mário Covas — tucano histórico e muito aclamado no interior — nutria por França.

Lula, por outro lado, tem tentado convencer o pessebista a desistir da empreitada e disputar o Senado pela chapa de Fernando Haddad — este, o candidato petista. Como aceno, até o convidou para participar da viagem que fará com Alckmin a Santa Catarina e Rio Grande do Sul na próxima semana. França aceitou, mas, por ora, diz sequer cogitar sair da disputa.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)