Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

A árdua missão de Lewandowski no Congresso para evitar derrota de Lula

O ministro da Justiça e Segurança Pública tem gastado saliva com deputados e senadores para manter veto do presidente ao PL das "saidinhas" de presos

Por Gustavo Maia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 17 Maio 2024, 06h01

Há dois meses e meio no cargo, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, se lançou pela primeira vez no front político para tentar evitar a derrubada do veto parcial de Lula ao PL das “saidinhas temporárias” de presos, que foi defendido por ele dentro do governo.

Durante o anúncio da decisão, no mês passado, ele destacou que o único trecho vetado foi o que proibiu a saída dos detentos em regime semiaberto para visitar as famílias, “por razões de inconstitucionalidade”.

No corpo a corpo com líderes partidários da Câmara e do Senado, o ministro prevê um cenário turbulento, com rebeliões e mais violência, caso o Congresso não mantenha o veto presidencial. Ele também ressalta o propósito humanitário do benefício para detentos, que precisam ter bom comportamento para serem contemplados. A sessão conjunta para analisar a decisão está prevista para o fim do mês.

Em conversas reservadas, o ex-ministro do STF já sente o cheiro de uma possível derrota, mas diz ver o copo meio cheio: “Podemos não ter uma vitória política, mas a vitória moral a gente já tem”.

Lewandowski, aliás, tem ganhado pontos com parcelas da esquerda por seus posicionamentos mais progressistas no MJSP. Além de bancar o veto, no mês passado ele defendeu a homologação de seis terras indígenas — das quais Lula assinou só duas.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.