Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil (interino)
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

SAF deve fazer o número de clubes em recuperação judicial disparar

Estudo aponta que mecanismo é o mais seguro para a renegociação de dívidas por parte das instituições

Por Victor Irajá 9 jul 2022, 13h02

Um estudo realizado pela consultoria Alvarez & Marsal aponta que, a introdução da Lei da Sociedade Anônima do Futebol, a SAF — que viabiliza que os clubes de futebol se tornem empresas — dará vazão a uma tendência de aumento nos pedidos de recuperação judicial dos times, para a renegociação das dívidas dos clubes. O estudo aponta que a lei começou a criar os incentivos corretos para destravar investimento privado no futebol.

Isso ocorre porque, apesar de a lei da SAF consolidar o chamado regime centralizado de execuções — um mecanismo de condições colocadas em juízo numa negociação direta entre clubes e credores — ser de fácil implementação, como trata-se de uma lei nova, ainda causa insegurança jurídica para os investidores.

Dado o alto endividamento dos ativos em análise, esses investidores começam a desenhar cenários onde a SAF nasça menos pressionada pela dívida das associações — estrutura predominante dos clubes brasileiros atualmente.

Casos de recuperações judiciais de associações tendem a crescer como uma resposta que mescla a busca por investidores com propensão maior em investir competitivamente no futebol — não só atrás dos lucros financeiros. “Se o clube fizer a lição de casa, ter previsibilidade, consegue ter uma SAF com dívida menos selvagem e entender qual o valor do ativo e da dívida. A associação consegue escolher investidor que tenha maior aderência ao futebol, mais equilibrado entre performance financeira e esportiva”, diz Leonardo Coelho, líder da área de entretenimento e esportes da Alvarez & Marsal.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.