Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Propostas do meu governo elevam debate eleitoral, diz Temer

Em entrevista ao Radar Econômico, ex-presidente defende reforma trabalhista, colocada em discussão pelo ex-presidente Lula

Por Victor Irajá Atualizado em 13 jan 2022, 10h26 - Publicado em 13 jan 2022, 08h37

Depois de mais de quatro anos em vigor, a reforma trabalhista voltou ao centro das discussões com a indicação que o ex-presidente e pré-candidato ao cargo pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva, vá rever a matéria. Michel Temer (MDB), presidente responsável pela medida, saiu em defesa da reforma. Ele chama atenção da importância dos projetos aprovados em seu governo, que continuam a pautar o debate político. “A reforma terminou com litigiosidade entre empregado e empregador, valorizando a boa relação. Afirmam que reforma que fizemos ‘tira direitos’, mas estes estão previstos na constituição e nenhuma lei pode retirá-los”, afirma ele, ao Radar Econômico.

“Propostas aprovadas durante o meu governo ainda pautam o debate eleitoral. As campanhas deixam o rés do chão para debater reforma trabalhista, o teto de gastos, aspectos relevantes para o Brasil, provocando uma discussão em níveis mais elevados”, diz ele. Ele argumenta pelos bons resultados na recuperação dos empregos durante sua gestão e diz, ainda, que a proposição de que se discutam temas específicos a respeito da reforma é positiva ao país. “Aperfeiçoar as leis faz parte da vida e é necessário, a partir de um programa moderno que foi aprovado pelo meu governo”, diz ele.

Publicidade