Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

Promessa não cumprida pela Receita deixa bancos em polvorosa

Prazo da redução para zero da alíquota do IOF vencia nesta sexta-feira; bancos ouviram que desoneração seria estendida até o fim do ano, mas não aconteceu

Por Machado da Costa Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 2 out 2020, 14h21 - Publicado em 2 out 2020, 12h15

Uma promessa feita pelo Ministério da Economia aos bancos estão deixando as instituições financeiras em polvorosa nesta sexta-feira, 2. A Receita Federal, em 2 de abril, zerou o Imposto sobre Operação Financeira (IOF) por seis meses. Foi uma das medidas para aplacar os efeitos nocivos da pandemia de Covid-19. Contudo, o secretário da Receita Federal, José Tostes Neto, garantiu aos bancos que a alíquota zero seria estendida até o fim deste ano.

Os bancos estavam contando com a publicação da informação no Diário Oficial da União nesta sexta-feira, 2. Contudo, a publicação não veio. Agora, estão correndo para ajustar os sistemas para contemplar a alíquota anterior à decisão de abril: 3%. O IOF zero teve um impacto nas contas do governo de 7 bilhões de reais.

Atualização 14h20: Fontes do governo afirmam que o texto está no Palácio do Planalto, apenas aguardando a assinatura do presidente Jair Bolsonaro. Ainda pode sair em edição extra, na tarde desta sexta.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.